DIETAS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

em

MC ESPECIAL DIETA: conhece o método Ravenna? Nós testamos!

Sempre tive uma relação tranquila com a balança, mas desde a adolescência o ponteiro aponta números um pouco maiores dos que gostaria. Resultado da mistura de generosas porções de comida saudável e alguns escorregões aos finais de semana. Ginástica também nunca foi problema, mas os quatro ou cinco anos em que fiquei totalmente parada rechearam braços, barriga, bumbum e pernas com gordurinhas que, agora, aos 27 anos, demoram mais para ir embora.

Há um ano voltei para a academia e tento seguir um cardápio equilibrado, ações que não foram suficientes para me fazer sentir à vontade no biquíni mini que comprei e pretendo usar no verão. No especial de Marie Claire, recebi a missão de testar o método Ravenna. O primeiro passo foi visitar o centro terapêutico, em São Paulo, onde fui apresentada ao processo e atendida por uma endocrinologista, um preparador físico, uma nutricionista e, por fim, uma psicóloga. O grupo fez uma avaliação completa do meu peso, percentuais de gordura e músculo e o quanto os excessos estavam afetando a minha vida.
Depois, segui para um spa em Bariloche (Argentina), onde fiquei quatro dias totalmente imersa no método e conheci o Máximo Ravenna, clínico geral e psiquiatra, criador do método. Lá também encontrei pessoas que eliminaram 15, 20, 50 quilos em poucos meses e conseguiram escapar de uma cirurgia bariátrica além, do mais importante, recuperar a saúde e a autoestima. Essas histórias me estimularam a não cair em tentação e seguir com a dieta até completar uma semana. No entanto, quem adota o tratamento deve seguir a risca todas as indicações dos especialistas até alcançar a meta, passar pela fase de manutenção e, depois, chegar ao “Clube Ravenna”, fase em que os hábitos já foram completamente mudados. A seguir, detalhes do método e do seu funcionamento.

DR. MÁXIMO RAVENNA, CRIADOR DO MÉTODO (Foto: Divulgação)DR. MÁXIMO RAVENNA, CRIADOR DO MÉTODO (Foto: Divulgação)

Dieta: Ravenna
Objetivo:
eliminar peso
Duração: me propus a fazer por uma semana. Para quem deseja adotar a dieta, o tempo depende da meta estabelecida
Como funciona: é um método multidisciplinar que trabalha, ao mesmo tempo, redução de calorias, distribuição de nutrientes, atividade física adaptada e grupos terapêuticos. Na primeira fase, o processo metabólico é manipulado por meio da escolha de alimentos, divididos em quatro refeições com porções reduzidas: café da manhã, almoço, lanche e jantar. Todas devem acontecer no intervalo de, no mínimo, 3 e, no máximo, 6 horas, e começar com a ingestão de um líquido quente. Essa estratégia age em algumas papilas gustativas que aceleram o tempo de saciedade e reduzem a vontade de comer quando chega a vez do prato principal. No caso do almoço e jantar, além do caldo quente do começo e o prato principal, há um prato de salada e de sobremesa.
São cortados do cardápio alimentos com alto índice glicêmico, ou seja, os que o organismo absorve muito rapidamente, gerando fome pouco tempo depois. Entram nessa lista carboidratos refinados (pães, açúcar, farinha), cereais, gorduras de baixa qualidade (linguiça, bacon, manteiga), sementes, algumas raízes e tubérculos (batata, milho, mandioca), leguminosas (feijões, grão-de-bico, lentilha, ervilha), bebidas alcoólicas e algumas frutas, como cacau, açaí, abacate, caqui, coco e uva passa. Entre os permitidos estão queijos, leite, ovos, carne, frango, peixe e algumas frutas, verduras e legumes. Apesar de parecer, esta não é uma dieta proteica, pois 40% dela é composta de carboidratos presentes nos alimentos permitidos. Eles têm um impacto bioquímico diferente dos outros, pois a absorção pelo organismo é lenta, o que garante a sensação de saciedade por mais tempo. Além disso, com a redução da quantidade de glicose por vez no sangue, após três dias, o corpo começa a buscar energia em outro lugar: na gordura! E é aí que acontece a rápida perda de peso. Vitaminas, minerais, fibras e muito líquido complementam a dieta.

Durante o regime, o paciente também precisa frequentar os grupos terapêuticos, essenciais para acabar de vez com os comportamentos que boicotam o processo de emagrecimento. Duas vezes por semana, psicólogos e pacientes se encontram para debater ansiedade, angústia, compulsão e fazer questionamentos que transformam os hábitos, colocam limites e implementam novas atitudes. Esse é o diferencial do Ravenna: o método não muda só o corpo, muda também a mente.
Quanto emagreceu: 1,5kg
Qual o ponto mais fácil de fazer: a rápida perda de peso (mulheres eliminam de 5% a 7% do peso por mês e homens de 7% a 10%) é um estímulo para não sucumbir e abandonar o plano pela metade. Perdi a coragem de burlar o cardápio e comer um pãozinho, por exemplo. Além disso, as receitas fornecidas pelos centros terapêuticos (além de São Paulo, há unidades em Brasília, Salvador e mais outras 14 na Argentina) acabam com aquele estigma de “comida de dieta” e enriquecem o cardápio com pratos gourmet deliciosos e livre de gorduras.

O EXAME DE BIOIMPEDÂNCIA, MOMENTO DO GRUPO TERAPÊUTICO E UM ALMOÇO QUE PREPAREI EM CASA, SEGUINDO OS PRECEITOS DA DIETA (Foto: arquivo pessoal)O EXAME DE BIOIMPEDÂNCIA, MOMENTO DO GRUPO TERAPÊUTICO E UM ALMOÇO QUE PREPAREI EM CASA, SEGUINDO OS PRECEITOS DA DIETA (Foto: arquivo pessoal)

Qual é a maior dificuldade: para fazer a dieta Ravenna, tem que estar a fim, principalmente se você está acostumado a ingerir carboidratos refinados em excesso e tem uma relação emocional com a comida. Achei que não conseguiria sobreviver sem meu pão integral de manhã e uma massinha fina, integral, que comia no meio da tarde. Depois do corte inicial, tudo fica mais fácil. O começo da dieta também pode gerar dor de cabeça, sonolência, irritação e ansiedade. Não tive nenhum problema, ao contrário, minha pele melhorou, me senti mais disposta e completamente desinchada.

Dica para não pisar na bola: a gelatina diet e o chá são ótimos curingas quando a fome aperta, mas ainda não está no horário da refeição. Tinha o costume de fazer um lanche reforçado no meio da manhã. Troquei pela gelatina ou por 200ml de água de coco. Juro que a fome passa!

Custo: os preços são personalizados e variam de acordo com o tempo do tratamento de cada paciente.

 

Fonte: http://revistamarieclaire.globo.com/Beleza/noticia/2013/10/mc-especial-dieta-conhece-o-metodo-ravenna-nos-testamos.html

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s