Azeites aromatizados

em

Amooooo azeite…

É o melhor exemplo de que nem toda gordura faz mal. Muito pelo contrário. O azeite de oliva extravirgem oferece atributos especialíssimos à saúde. Ele é rico em ácidos graxos monoinsaturados, como o ácido oleico, que melhoram o perfil das gorduras do sangue: abaixam o colesterol ruim e aumentam o bom. Além disso, por ser prensado a frio, o extravirgem é tão puro que pode ser comparado a um suco de frutas: preserva os antioxidantes da azeitona, notadamente os polifenóis e a vitamina E. Os demais óleos vegetais recebem solventes químicos ao passarem pelo processo de refinação e com isso perdem boa parte desses agentes benéficos.

Os antioxidantes do azeite impedem a ação dos radicais livres que provocam a oxidação do colesterol e o acúmulo de placas de gorduras nos vasos, concluiu um trabalho realizado por bioquímicos da Universidade Estadual Paulista em Botucatu, no interior de São Paulo, comprovando o que havia sido demonstrado em pesquisas anteriores conduzidas na Europa (sobretudo em países mediterrâneos, como Itália, Espanha, França e Grécia) e nos EUA.

Modo de usar: tempere a salada ou adicione às carnes e receitas, sempre que possível no final do preparo. Para não ter problemas com a balança limite-se a duas colheres (sopa) por dia. Cada uma fornece em torno de 62 calorias. 

Proteção à pele

A cada dia surgem mais evidências a favor do azeite. Cientistas europeus mostraram que o consumo regular impede o depósito de gordura na barriga, onde fica justamente o tipo mais perigoso para o coração. Ele ainda protege a pele contra as agressões causadas pelos raios ultravioleta, combate dores e inflamações, facilita a digestão, melhora a atividade intestinal (tem leve efeito laxante) e estimula a absorção de cálcio pelos ossos. Entendeu por que os mediterrâneos o apelidaram de ouro líquido?

Fonte: http://revistavivasaude.uol.com.br/nutricao/azeite-de-oliva-extravirgem-conheca-os-beneficios/606/

 Receitas do Ibahia.

Apesar de já ser saboroso por si só, o azeite pode ganhar mais personalidade e trazer sabores diferentes para o prato. Com poucos ingredientes, é possível transformá-lo em um tempero sofisticado que dá um toque especial a qualquer receita. 

Os azeites podem ser aromatizados com ervas, especiarias, crustáceos, pimentas, tomate e até baunilha, e todo o processo pode ser feito em casa de maneira simples. Para fazer azeites aromatizados,  prefira sempre os de oliva ou óleo de canola, que têm sabores mais neutros e acentuam os aromas. O azeite extravirgem deve ser evitado, pois perde suas qualidades quando aquecido. 

 

Quem escolher aromatizar o azeite com ervas deve lavar bem as folhas e sempre desprezar os talos, que aceleram o processo de decomposição do produto. Na hora de aquecer o azeite, é preciso prestar atenção à temperatura. Quando a receita levar ervas, o óleo não deve ultrapassar os 80ºC, pois a clorofila queima e deixa a mistura amarga. Quem não tiver termômetro, deve retirar o azeite do fogo assim que surjam bolinhas nas paredes da panela.

 

Confira algumas receitas:

Ingredientes: 

Manjericão

300 ml de óleo de canola

 

Modo de preparo:

Deixe as folhas de manjericão em água fervente por 30 segundos. Coe e rapidamente coloque-as em água bem fria, para dar uma cor mais viva ao azeite. Delicadamente, aperte as folhas, retirando o excesso de água. Bata-as no liquidificador com o óleo por cerca de 1 minuto. Aqueça em uma panela (sem ultrapassar 80ºC) por 10 minutos. Retire do fogo, espere esfriar e coe no coador de malha fina.

Ingredientes:

Hortelã

Coentro

400 ml de óleo de canola ou azeite

 

Modo de preparo:

Separe as folhas dos talos e pique-as sobre uma tábua. Misture-as ao óleo e aqueça a 80ºC por 50 minutos no fogo baixo em banho-maria (sem deixar entrar em ebulição), para que as ervas liberem aroma e sabor ao óleo.

Ingredientes:

350g de extrato de tomate

1l de óleo de canola ou azeite de oliva

Sal

 

Modo de preparo:

Misture os ingredientes numa panela e leve ao fogo baixo. Deixe por cerca de 2 horas, mexendo algumas vezes para que o extrato não grude no fundo. Pare de mexer e continue aquecendo a mistura por mais duas horas, no fogo baixo e em banho-maria. Retire do fogo e espere esfriar. Passe por uma peneira com um pano e descarte o extrato de tomate restante.

Ingredientes:

3 favas de baunilha

500 ml de óleo de canola ou azeite de oliva

 

Modo de preparo:

Com uma faca, abra as favas de baunilha no sentido do comprimento. Retire as sementes com a ponta da faca e misture-as ao óleo. Aqueça essa mistura numa panela a uma temperatura inferior a 80ºC durante 50 minutos, no fogo baixo e em banho-maria, para que a baunilha libere seu sabor.

Fonte:http://www.ibahia.com/detalhe/noticia/azeites-aromatizados-sofisticam-qualquer-receita-aprenda-a-fazer/?cHash=885a1e2cb751d5da0344a24f0b8da17d

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s